Alunos da Faculdade Senac criam prato inovador à base de banana

Esta postagem foi publicada em 6 de agosto de 2018

Foto:(da esquerda para a direita) Ícaro Tavares, Luzinete Souza, Ewerson Lima, Ana Silva e Maylla Sá

 

Yes, nós temos banana! A frase ficou famosa no final da década de 1930 na voz da multiartista Carmem Miranda e ganhou o mundo, mostrando um dos principais alimentos cultivados no Brasil. A fruta está presente em muitas regiões do território brasileiro e faz parte da rotina alimentar de muitas pessoas. Foi com ela que os alunos Ícaro Tavares, Luzinete Souza, Ewerson Lima, Ana Silva e Maylla Sá, do segundo módulo do curso de Gastronomia da Faculdade Senac Pernambuco, criaram uma sugestão inovadora de prato principal para o projeto integrador, sob a orientação do professor Silvio Romero.

 Dentro da temática sustentabilidade, eles fizeram o prato Banana em quatro texturas: carne, purê, chutney de mangará e chips, que foi apresentado num jantar na instituição. Banana comprida verde orgânica, curry, páprica, legumes e pimentões foram alguns dos ingredientes utilizados. Para a produção do prato, os alunos usaram várias técnicas de cocção e apostaram em alguns diferenciais, como o uso integral da banana, a fruta como elemento único e a apresentação de uma culinária vegetariana.

 De acordo com Ícaro, a proposta foi criar um prato criativo, sustentável, com baixo custo e que não tivesse proteína animal. “Queríamos surpreender as pessoas, porque elas sempre imaginam a banana numa comida doce. Usamos do umbigo da banana até a casca, tudo no prato principal, só com ela presente. Foi um elemento simples numa apresentação bem elaborada, que tem um conceito por trás”, disse. A casca, por exemplo, foi transformada em carne, também foi cortada em tiras pequenas e depois assadas, virando chips parecidas com batata palha.

 O “banana em quatro texturas” foi desenvolvido especialmente para o projeto integrador e surgiu a partir das vivências de Ícaro e Ewerson com a gastronomia vegana e vegetariana. A equipe passou um mês elaborando as receitas e depois fez alguns testes para chegar ao resultado final, que encantou quem provou. “A apresentação do prato, sabor e textura ficaram ótimos”, avaliou o coordenador do curso de Gastronomia da Faculdade Senac, Francisco Rebêlo.

RECEITA


Ingredientes:
• Casca de bananas verdes cozidas *
• 1 cebola média picada
• 1 pimentão verde
• 1 pimentão vermelho
• 1 pimentão amarelo
• 5 dentes de alho
• 2 colheres de sopa de manteiga de garrafa
• 2 colheres de sopa de azeite de dendê
• 1 xícara de leite de coco
• Pimenta do reino a gosto
• Coentro a gosto
• Sal a gosto

 Modo de Preparo:
Coloque as bananas para cozinhar em uma panela de pressão e, assim que pegar a pressão, conte 15 minutos e desligue a panela.
Em seguida, retire as cascas da banana, cortando-as em julienne (em tirinhas), no sentido do comprimento da casca.
Refogue as cascas, com a manteiga de garrafa e o sal, (separe).
Numa frigideira, refogue as cebolas, os pimentões e o alho.
Feito isso, adicione as cascas e deixe refogar junto aos demais insumos. Acrescente o azeite de dendê, a pimenta do reino a gosto, e aos poucos coloque o leite de coco . Assim que tudo estiver fervendo, prove e veja se está precisando de mais alguma coisa, finalize com cheiro verde.

 Observações:
– Pode usar casca de qualquer banana, banana prata, banana-da-terra ou outras de sua preferência. Inclusive, tem que ser casca de banana verde. Para usar a casca de banana verde, você deve levá-la ao fogo com água, e deixar ferver por 10 á 15 min, ou usar a casca que sobrou na receita da biomassa de banana. A casca da banana-da-terra é mais gostosa.

Você pode ainda usar outros elementos no refogado, como por exemplo: cebola roxa, cenoura ralada, salsinha e cebolinha, etc. A ideia é usar os temperos que se usaria em um refogado de carne.

Uma ideia sobre “Alunos da Faculdade Senac criam prato inovador à base de banana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *