Vestibular 2017.2 - Faculdade Senac Pernambuco

Programa

Redação

  • O vestibular constará de uma Redação, com a produção de um texto dissertativo, manuscrito, desenvolvido em formulário próprio, de acordo com o tema proposto, devendo conter no mínimo 20 (vinte) e no máximo 30 (trinta) linhas. Será atribuída à Redação nota numa escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos.
  • A redação deverá conter introdução, com apresentação, de forma geral, do tema proposto; desenvolvimento, com discussão ampliada e aprofundada das idéias e argumentos apresentados na introdução; conclusão com retomada, de forma resumida, do desenvolvimento anterior, para fechamento do tema.
  • A redação deverá primar pela coerência, com atenção aos princípios das unidades temáticas, da progressão semântica e da não contradição; pela argumentatividade, com atenção aos dados reais e históricos, políticos, culturais, e às relações entre esses dados; com atenção à relevância das informações e sustentação dos argumentos; pela organização e coesão das idéias; pelo vocabulário, com atenção a precisão e adequação vocabular, observando os usos formais da escrita de textos dissertativos.
  • A redação deverá observar as convenções ortográficas (grafia e acentuação corretas das palavras); os sinais de pontuação; padrões morfológicos e sintáticos (regência verbal e nominal, concordância verbal e nominal, conjugação verbal).

Matemática

  • Conjuntos Numéricos: números naturais e números inteiros; números primos; números racionais e porcentagens; números irracionais; números reais; números complexos e suas representações na forma algébrica e trigonométrica.
  • Sequências e séries; progressões aritméticas e geométricas; sistema decimal e sistema binário.;
  • Expressões Algébricas: operações, produtos notáveis, fatoração;
  • Polinômios: propriedades fundamentais e operações;
  • Equações algébricas, seus coeficientes e suas raízes;
  • Análise Combinatória, probabilidades e conceitos fundamentais da estatística descritiva;
  • Matrizes, Determinantes e Sistemas Lineares;
  • Funções de 1º e 2º graus; funções exponenciais e logarítmicas; equações e inequações;
  • Trigonometria; estudo das funções trigonométricas fundamentais e de seus gráficos; lei dos senos e leis dos cossenos; arcos e ângulos; equações trigonométricas;
  • Geometria Plana: figuras geométricas simples: reta, semi-reta, segmento, ângulo plano, polígonos planos, circunferência e círculo; figuras planas; semelhança de triângulos e relações métricas nos triângulos; polígonos regulares e círculos; áreas de polígonos, círculos, coroas e setores circulares;
  • Geometria Espacial: retas e planos no espaço; paralelismo e perpendicularismo; poliedros regulares e irregulares; cálculo de áreas e volumes; cilindro, cone, pirâmide, tronco, prisma e esfera.;
  • Geometria Analítica: coordenadas cartesianas na reta e no plano; distância entre dois pontos; equação da reta; coeficiente angular; distância de um ponto a uma reta.

Língua Portuguesa

  • A ideia global do texto ou de um parágrafo; o argumento principal ou os argumentos secundários defendidos pelo autor;
  • O objetivo ou a finalidade pretendida para o texto;
  • A síntese do conteúdo global do texto;
  • As características do tipo ou do gênero do texto em questão;
  • A função (referencial, expressiva, apelativa, poética, fática e metalingüística) predominante;
  • A fidelidade de paráfrases a seus segmentos de origem;
  • Relações do texto com outros textos (intertextualidade);
  • Relações do texto com o contexto sociocultural no qual se insere;
  • Informações explícitas e implícitas veiculadas;
  • O nível (formal ou informal) da linguagem utilizada;
  • Relações semânticas (causalidade, temporalidade, conclusão, comparação, finalidade, oposição, condição, explicação, adição, entre outras) estabelecidas entre parágrafos, períodos ou orações;
  • Expressões que indicam a sequência das diferentes partes que compõem o texto;
  • Relações de sentido entre palavras ou expressões (sinonímia, antonímia, hiperonímia, hiponímia e partonímia);
  • Usos metafóricos e metonímicos das palavras e expressões;
  • Efeitos (como o da ambiguidade) do valor polissêmico ou homonímico de palavras e expressões;
  • Efeitos pretendidos pelo uso de certos recursos lexicais e gramaticais (repetição de palavras, associação entre palavras semanticamente afins, substituições ou retomadas pronominais e adverbiais, entre outros);
  • Marcas típicas da oralidade formal e informal;
  • Expressões que indicam variações regionais, sociais ou de época da língua portuguesa, com destaque para aspectos relacionados aos usos do português contemporâneo do Brasil;
  • Marcas a partir das quais se pode identificar a posição do autor em relação às idéias veiculadas;
  • A função ou informação presentes em outros recursos gráficos e em elementos não verbais (parênteses, aspas, tipos de letras, de formatos do texto, imagens, gráficos, tabelas, entre outros);
  • Efeitos dos sinais de pontuação na determinação da coerência do texto; Efeitos de sentido de elementos morfossintáticos:
  • O valor semântico de radicais, prefixos e sufixos;
  • O uso de neologismos e de empréstimos linguísticos;
  • Flexões (regulares e irregulares) do verbo;
  • Regência (nominal e verbal), concordância (nominal e verbal) e ordem das palavras ou Expressões no enunciado;
  • Aspectos das convenções ortográficas.

Conhecimentos Gerais

  • O mundo grego-romano: instituições políticas; a colonização grega, o helenismo e o império romano; mito e pensamento na antiguidade clássica;
  • Idade Média: feudalismo, mentalidade e religiosidade; Os árabes e a expansão muçulmana;
  • Formação do mundo moderno; ascensão da burguesia e a formação dos estados nacionais; expansão mercantil européia, descobertas marítimas e colonizações; o Renascimento e as Reformas Religiosas;
  • Ocupação territorial e colonização portuguesa do Brasil;
  • Sistema Colonial no Brasil: natureza e caracterização da sociedade brasileira;
  • A era revolucionária: revoluções inglesas do século XVII; nascimento das fábricas; a Revolução Francesa; movimentos de independência nas Américas;
  • Desagregação do sistema colonial no Brasil e movimentos de rebeldia e emancipação;
  • A independência do Brasil e a consolidação do regime monárquico.
  • Expansão econômica no Brasil e a questão do trabalho escravo e do trabalho livre.
  • Nacionalismo e utopias no século XIX.
  • Expansionismo europeu no século XIX.
  • O regime republicano brasileiro e sua consolidação: estrutura do poder; expansão agrícola e crescimento industrial; movimentos sociais rurais e urbanos;
  • Revolução Russa.
  • Primeira Guerra Mundial e a Crise de 1929.
  • Crise política de 30, Vargas e o Estado Novo.
  • Nazismo alemão e Fascismo italiano.
  • Segunda guerra mundial.
  • Guerra fria.
  • Reorganização política e populismo no Brasil.
  • Nacionalismo e desenvolvimento no Brasil dos anos 50.
  • Cidade, industrialização e os problemas urbanos brasileiros.
  • Governos militares de 64 a 85 no Brasil.
  • Produção e movimentação cultural nos anos 60.
  • Redefinições políticas e econômicas nos anos 80 e 90.
  • Democratização política e movimentos sociais pós-governos militares no Brasil.
  • Os anos 90, a implementação de políticas neoliberais no Brasil e a resistência a estas políticas.
  • A organização do espaço geográfico nacional e mundial e suas representações.
  • O processo de industrialização nos países desenvolvidos e subdesenvolvidos.
  • A urbanização X a industrialização.
  • O crescimento das cidades: as megalópoles, as metrópoles e os centros regionais.
  • O crescimento das cidades: as megalópoles, as metrópoles e os centros regionais
  • A relação campo-cidade
  • A questão agrária e agrícola
  • A concentração de terras e a especulação imobiliária
  • A estrutura fundiária no Brasil
  • A agroindústria, a pecuária, o extrativismo no Brasil
  • Os domínios morfoclimáticos brasileiros e mundiais
  • A questão ambiental: preservação e conservação dos recursos naturais no Brasil e no mundo
  • A poluição do ar e das águas
  • A divisão regional do Brasil: divisão oficial do IBGE (as cinco macro-regiões).
  • A população brasileira: crescimento vegetativo, as desigualdades sociais, o desemprego e a questão da moradia.
  • O processo migratório: a migração campo-cidade
  • A divisão internacional do trabalho - os países capitalistas desenvolvidos; a dependência econômica – os países subdesenvolvidos
  • O processo de descolonização afro-asiático
  • A URSS, Leste Europeu e o fim da guerra fria
  • A globalização e a formação dos blocos econômicos
  • O continente americano e as relações internacionais: EUA, Canadá e América Latina
  • O Brasil e a economia mundial
  • Cenário Político atual (local e global)